Cadeira que Flutua

Se você  é fã da série “Star Wars” e a sua carteira ainda não sentiu os efeitos da crise, a cadeira flutuante Lounger pode ser um sonho que se tornou realidade. Ela é uma das estrelas do Stuff Live, o maior festival britânico de gadgets que acontece em Londres neste fim de semana.

“A sensação que temos quando nos encostamos e fechamos os olhos é totalmente diferente – como flutuar numa nuvem”, afirmou um porta-voz do Stuff Live. Menos relaxante é o preço: quase 7.600 euros (módicos 22 mil reais).

Mas a Lounger acaba sendo uma pechincha, especialmente quando comparada com outra das atrações do festival: um par de alto-falantes curvos de metal produzidos em edição limitada, que custam mais de 88.500 euros (cerca de 258.400 reais). Fabricados pela KEF, os falantes Muon têm mais de 1,80m de altura e possuem um espesso revestimento em alumínio para minimizar as vibrações do sistema de som quadridirecional.

Agora me diz na boa, o que você vai fazer com uma cadeira flutuando? Fazer cesta de Basket no modo preguiçoso? .__.

Anúncios

Carro foguete será mais rápido que uma bala!

Os britânicos que construíram o primeiro carro a quebrar a barreira do som retomaram o projeto para bater o seu próprio recorde com um veículo baseado em turbina de avião e um foguete, para tentar ultrapassar a barreira das 1000 milhas por hora (cerca de 1609 km/h).

Richard Noble, engenheiro, e atualmente vendedor de papéis de parede na Inglaterra, atingiu 633mph (1019 km/h) quando dirigiu o veículo chamado de  Thrust 2 pelo deserto de Nevada em 1997. Em seguida ele comandou o projeto para construção do Thrust SSC, pilotado por Andy Green, atual dono da melhor marca em superfície terrestre, com 763mph (1228km/h).

Noble está reunindo a equipe novamente para a construção do novo carro supersônico, que tem nome de Projeto Bloodhound SSC (super sonic car). O carro-foguete terá quase 13m de comprimento, pesará 6,5 toneladas e terá formato de lápis. Seu corpo será de fibra de carbono para suportar a enorme pressão de 12 toneladas por metro quadrado (em velocidade máxima) e assim conseguir atingir a marca de MACH 1.4, ou seja, 40% mais rápido que a velocidade do som! As rodas do veículo (cinco ao todo, quatro para tração e apenas uma para virá-lo) serão feitas de titânio, para resistir as vibrações. O motor será uma turbina EJ200, usada nos aviões Eurofighter Typhoon, e virá montada juntamente com um foguete Falcon.

Na tentativa de quebra de recorde, que deverá durar cerca de um minuto e meio, o carro deverá percorrer cerca de 40km (isso dá quatro campos de futebol por segundo) e consumirá tanto combustível que terminará pesando duas toneladas a menos do que na largada. Ah, parar o veículo é outro desafio: Dois para-quedas estão em desenvolvimento para a desaceleração, pois os freios hidráulicos só podem ser utilizados quando a velocidade estiver abaixo dos 320km/h. Por enquanto o projeto só existe no papel, mas os organizadores esperam testar um modelo em outubro de 2009.

Em tempo, vender papéis de parede deve ser empolgante na Inglaterra, tanto que Noble só sentiu falta de emoções mais fortes quase uma década depois do primeiro projeto…

Redação: Techguru

E uma batida com esse carro seria fatal 😦

O Microscópio mais avançado do Mundo

O Titan 80-300 Cubed é, no mínimo, um dos equipamentos do tipo mais avançados do mundo. Apesar de estar na MacMaster University na cidade de Ontário, Canadá, ele foi construído na Holanda pelo custo de US$ 15 milhões. Os pesquisadores até o compararam com o telescópio Hubble, observando o nível atômico ao invés das estrelas e galáxias. Para atingir tal desempenho, ele atira um raio de elétrons naquilo que o usuário está tentando visualizar. Isso detecta o que foi atravessado e o que não foi atravessado, criando uma imagem em alta resolução.

Com o Titan é possível identificar átomos, analisar seu estado químico e até investigar os elétrons que os unem. Ele está tão no limite da física que se a pessoa respirar perto pode alterar a qualidade dos resultados. Para evitar esse tipo de problemas, a máquina está instalada em uma sala que diminui as vibrações, barulhos e flutuações de temperatura. Será que o negócio é potente?

O microscópio será usado para a produção de células solares mais eficientes, estudar proteínas e materias para auxiliar na cura do câncer. Além disso, ele irá analisar partículas atmosféricas e ajudar na elaboração de cosméticos mais efetivos. O Titan também poderá melhorar a capacidade de memória e aumentar a velocidade de eletrônicos e aparelhos de telecomunicações.

Redação TechGuru

HP lança ultraportátil fabricado no Brasil!

A HP anunciou também que o seu notebook ultraportátil, o 2133 Mini-note PC, terá produção nacional ainda este mês. As vendas do modelo devem começar em novembro.

“Devido à grande demanda, resolvemos vender o produto também para o usuário final”, conta Cláudio Carneiro, gerente de produtos da HP.

O ultraportátil tem processador VIA, 1 GB de memória RAM, tela de 8,9 polegadas com uma proteção de acrílico contra riscos e disco rígido de 160 GB. Ele pesa 1,3 kg e roda Windows Vista. Ponto positivo é seu teclado que, além de estar em português (a imagem fornecida pela HP não mostra, mas nos testes ele tinha cedilha e os acentos corretos), as teclas têm 92% do tamanho de um teclado comum, ficando bem confortável para usar.

O preço deve ficar por volta de R$ 1500, o que o deixa em desvantagem aos concorrentes com preços similares, mas com telas maiores (de 10″) e processador Intel Atom. Segundo a fabricante, o valor exato ainda não foi definido por conta da crise americana e a instabilidade na cotação do dólar. Para nossa tristeza, se a crise continuar como está, os preços só vão subir…

Redação: Techguru

Nos desculpem a demora dos posts, sobra pouco tempo pro blog, é final de ano e é prova trabalho da escola shiiiiii, ainda por cima com as minha notas baixas ALUNO EXEMPLAR HEHE, mas vou fazer o possível para manter esse blog ativo =D

Aliás esse post era pra ser a sequencia de outro, mas num dá mais tempo 😦

Prédio em Dubai terá design inspirado no iPod

A cidade de Dubai é conhecida por ter construções extravagantes, financiadas pelos bilionários árabes. Agora eles irão construir um prédio influenciado pelo design do iPod, o The Pad – que parece mais um iPhone! Em 2006, o projeto foi apresentado na imprensa, e nada mais se falou dele. Mas um anúncio veiculado no site da construtora afirma que a construção high-tech começará em pouco tempo e será completada no ano que vem.

O prédio futurista trará várias coisas interessantes para seus moradores. Não, você não vai mais precisar comprar algum Renoir ou Rembrantd. Os apartamentos terão servidores iArt, que atualizarão as telas digitais com imagens compradas.

Também será possível girar os quartos. Quer uma visão melhor dos céus? Rode sua sala de jantar ou televisão para ver os outros prediozinhos de Dubai pela janela.

O recurso iReality permitirá o morador visitar outro país a qualquer hora. Do apartamento, ele poderá ter a visão panorâmica de Nova Iorque, por exemplo. A projeção será atualizada em tempo real. Pobre pessoa, assim poupará dinheiro com viagens.

Você gostaria de ter um apê desses? Eu acho que a maioria dos moradores mal vai sair de lá! Ficou curioso? Para ver mais imagens, informações acesse o site da construção, que é todo em flash e bem legal de navegar.

Peço desculpas pela minha irresponsabilidade, estou abandonando o blog aos poucos, e isso não era meu objetivo! Não vou abandonar! é falta de responsa mesmo .. hehe 😀 O Peu num tem nada a ver, ele é só mais um pobre criança solitária, triste, magoada e EMO =D

Sanyo apresenta disco Blu-ray com capacidade de 100 GB

A Sanyo apresentou um disco de Blu-ray com capacidade de até 100GB. Apesar de ainda em desenvolvimento, a empresa afirma que o novo laser pode suportar drives que escrevam e leiam em discos Blu-ray com uma velocidade de até 12x sobre quatro camadas de 25GB cada. Os atuais gravadores deste formato conseguem escrever a uma velocidade de até 6x

De acordo com a fabricante, a capacidade de escrita de 12x significa que o drive terá uma velocidade efetiva de escrita de até 432Mbps, permitindo a gravação de um disco de 100GB em cerca de dez minutos (teóricos, claro).

A empresa espera que esta nova tecnologia esteja disponível antes de 2011.

Redação Techguru

Software produz imagem do “você” ideal

A mulher à direita é mais atraente que a mulher à esquerda? Seus olhos mais separados, a distância mais longa entre a linha dos cabelos e o início do nariz e o formato arredondado de seu rosto o tornam mais bonito? A fotografia à direita foi alterada pelo “sistema de embelezamento” de um novo programa de computador que emprega uma fórmula matemática para alterar a forma original e gerar uma versão teoricamente mais atraente, mantendo o que seus programadores definem como “semelhança inconfundível” com o original.

O Software, desenvolvido por cientistas da computação em Israel, se baseia em respostas de 68 homens e mulheres, com idade entre os 25 e os 40 anos, de Israel e da Alemanha, que observaram fotos de rostos masculinos e femininos brancos e selecionaram os mais atraentes.

Os cientistas tomaram esses dados e aplicaram um algoritimo que envolve 234 medições de traços de rosto, entre as quais a distância entre os lábios e o queixo, a testa e os olhos ou a que separa os olhos.

Eles essencialmente treinaram um computador para que determinem diante da imagem de qualquer rosto, o conjunto mais atraente de distâncias e depois escolhem o resultado ideal mais próximo ao rosto original. Ao contrário de outras pesquisas envolvendo fórmulas de beleza facial, o programa não produz um ideal para cada traço, digamos uma certa largura de olhos ou comprimento de queixo.

Os pesquisadores aplicaram o software a 92 fotos de mulheres e 33 de homens, criando imagens anteriores e posteriores às alterações. As mudanças afetam apenas a geometria do rosto, sem os retoques digitais realizados em fotos de moda, ou eliminação de rugas ou alterações na cor dos cabelos.

Os resultados da pesquisa, publicados no boletim da conferência de computação gráfica Siggraph, em agosto, representam um dos mais recentes estudos no campo que combina beleza e ciência, o qual vem atraindo crescente interesse acadêmico nos últimos 10 anos. Estudos demonstram que existe acordo notável quanto aos traços que conferem beleza a um rosto. Simetria é uma das bases, bem como juventude; clareza ou suavidade de pele; e cores vívidas, nos olhos e cabelos principalmente. Existe pouca divergência quanto a essas características entre pessoas de diferentes culturas, etnias, raças, idades e sexos.

Mas, como muitas outras tentativas de utilizar princípios objetivos ou até fórmulas matemáticas para definir a beleza, o software suscita questões que psicólogos, filósofos e feministas definem como complexas ou até perturbadoras sobre as percepções e os ideais de beleza. Até que ponto a medida pode ser quantificada? Uma definição supostamente científica reflete apenas os ideais do momento, construídos com imagens da cultura pop e da mídia?

“Como se pode provar o ponto?”, questiona o historiador Louis Banner, que estudou a mudança dos ideais de beleza, em referência aos esforços científicos para definir beleza. “Não se pode localizá-la em um gene. A influência cultural é inescapável”.

Tommer Levyand, que desenvolveu o software de embelezamento com três colegas da Universidade de Tel-Aviv e trabalha como programador para a Microsoft, diz que o objetivo não era afirmar que os rostos modificados eram mais bonitos que os originais O objetivo era superar o desafio de alterar um rosto de acordo com padrões aceitos de beleza mantendo-o completamente reconhecível, ao contrário do que pode acontecer com o uso de cirurgia cosmética ou retoques digitais.

“A ferramenta demonstra de forma simples como é fácil manipular uma foto para tornar uma pessoa mais atraente”, disse Levyand. “A diferença é sutil a ponto de se provar insignificante. Estamos falando de alguns centímetros e de uma percepção ligeiramente alterada”.

O software realiza apenas mudanças sutis, na maioria dos rostos, sem mudar a essência da pessoa. No caso de uma mulher retratada aqui, as mudanças são maiores, provavelmente porque ela tem traços mais étnicos do que muitos dos demais homens e mulheres fotografados, disse Levyand.

A mulher, Martina Eckstut, 25, executiva de atendimento em uma agência de Nova York, foi voluntária para posar para o artigo e ter sua imagem embelezada pelo software de Levyand. Ela diz que se espantou com a diferença, na segunda foto. “Acho que a segunda foto é bonita, mas não se parece comigo em muita coisa”, ela afirmou em mensagem de e-mail. “Minha estrutura óssea, formato de rosto e tamanho de olhos foram mudados, e parece que a cor de meus lábios também foi alterada”. Ela acrescentou que “eu prefiro manter meu rosto original”.

Embora diversos estudos psicológicos nas últimas décadas tenham sugerido que percepções de beleza e atratividade tendem a ser universais, os críticos desses trabalhos dizem que é discutível que a beleza de alguém seja mesmo aumentada por essas mudanças. A personalidade pode se perder. Traços genéricos podem predominar. O que é peculiar pode se tornar comum.

Quando Levyand aplicou seu programa a uma foto de Brigitte Bardot, os lábios grossos da estrela foram afinados e sua beleza deixou de ser tão notável – ela deixou de se parecer consigo mesma. (Em contraste, as fotos do ator James Franco quase não mudaram, antes e depois do programa, o que sugere que sua beleza clássica já é quase perfeita.)

Depois de observar as fotos de participantes anônimos no estudo de Levyand, Banner, professor de história na Universidade do Sul da Califórnia, afirmou que os rostos originais lhe pareciam mais atraentes. “A beleza irregular é a verdadeira beleza”, ele disse, acrescentando que essas tentativas de medir beleza são movidas pela mesmice cultural, em um esforço por fazer com que todas as pessoas se pareçam.

Redação Terra

Interessante, tá ai um ferramenta que o povo ia usar muito pra enganar no Orkut! xD