Chrome desacelera

Segundo o relatório da Net Applications, o Google Chrome, navegador do Google, não sustentou o ritmo inicial de crescimento, empacou e, atualmente, está atrás do Opera (Apple).

Se observada a estréia impressionante do browser, os números atuais são decepcionantes. O Chrome chegou a anotar 2,6%* de participação de mercado apenas um dia após o Google liberar seu download. Atualmente, o Chrome conta apenas com 0,74% de market share.

O Google afirmou que a oscilação de mercado no caso do Chrome é normal e atribuiu a queda ao fato da versão disponível do software  ser um beta, o que caracteriza ainda a falta de alguns recursos.

Os dados do estudo levam em conta dados recolhidos de 40 mil sites hospedados na América do Norte e na Europa e abrangem um universo de 160 milhões de usuários únicos.

Segundo a Net Applications, o líder de mercado ainda é o Internet Explorer, que detém 71,3% do mercado, seguido pelo Firefox com 20%. Em terceiro lugar aparece o Safari, da Apple, com 6,6%. O Opera tem 0,75% e o Chrome 0,74%.

Redação Olhar Diital

Bom, esqueçam a notícia abaixo. =D

Ah e nos desculpem pela falta de notícias nos últimos dias.

Anúncios

“Chrome derrotará Firefox cedo ou tarde”, diz analista

Joe Wilcox, um analista especializado em Tecnologia fez uma previsão audaciosa na guerra entre os navegadores. Segundo ele, o Chrome, desenvolvido recentemente pelo Google, derrotará o Firefox, da Mozilla, mais cedo ou mais tarde e se tornará o segundo browser mais usado na Web, atrás apenas do Internet Explorer.

Wilcox enumerou algumas boas razões para que isso ocorra. A primeira está no fato de que a principal fonte de acessos da Mozilla Foundation é o próprio Google, que ainda é o principal motor de buscas da Mozilla, segundo um acordo entre as duas empresas. Mas até quando isso seria benéfico para a empresa de Brin e Page.

Outro motivo para que o Chrome cresça nesse mercado depende da habilidade de seus desenvolvedores, já que o navegador ainda tem muitos recursos a serem aprimorados e que devem ser lançados em um ritmo constante e sustentado. Caso essa estratégia seja usada, o crescimento do Chrome seguirá o exemplo de outros produtos do Google e, aposta Wilcox, certamente abocanhará uma boa fatia do Firefox.

O analista disse também que o Google tem construído diversos acordos com diversos ? e populares ? serviços de Web para se tornar o buscador padrão dos mesmos. E, dentro dessas negociações, é muito provável que Chrome seja incluído no pacote. O futuro lançamento de versões do browser para Linux e Mac e também seu uso por meio de celulares que tenham o Android também contribuirão para uma maior adoção do navegador. Em suma, é esperar para ver.”

Redação Techguru

Pode até derrotar mas Firefox é Firefox né? 🙂

Chineses alegam ter desenvolvido alto-falantes mais finos do mundo

Cientistas chineses da Tsinghua University e Beijing Normal University, ambas situadas em Pequim, afirmam ter desenvolvido um alto-falante barato, extremamente fino, transparente e flexível. Tudo isso graças à nanotecnologia. O novo material poderá ser inserido até em roupas ou papéis de parede.

Diferentemente do alto-falante convencional, que gera som por meio de vibrações nas moléculas do ar, esta caixa de som composta por nanotubos não emite vibrações. Ela trabalha como um aparelho termoacústico: as mudanças rápidas de temperatura de uma corrente que passa através dela e outras ocorrências científicas fazem com que o som seja produzido.

“Nós descobrimos que as películas bem finas de nanotubos de carbono, uma vez alimentadas por correntes elétricas com uma freqüência sonora, podem emitir som em alto volume. Esse fenômeno pode ser atribuído a um efeito termoacústico”, diz uma parte do relatório dos cientistas.

Já que essas folhas de nanotubos podem ser esticadas até ficarem transparentes e ainda produzirem som, elas podem ser colocadas à frente de uma tela LCD para substituir alto-falantes convencionais, por exemplo. Além disso, será possível criar tecidos que possibilitem roupas musicais. Dá pra imaginar uma coisa dessas?

O novo material de carbono, que tem um milésimo da largura de um fio de cabelo humano pode produzir som com a mesma qualidade dos alto-falantes convencionais, segundo seus desenvolvedores. Será que não estão forçando a barra? Veja neste link um vídeo que supostamente mostra o funcionamento dessa coisa.

Felizes com a descoberta, hoje vai ter uma festa lá no apê deles, pelo jeito.

Redação Techguru

Novo BlackBerry chega às lojas nos EUA nesta sexta

O último modelo do BlackBerry, o primeiro com tela tátil e sem sua característica trackball, chega amanhã ao mercado americano disposto a competir com o bem-sucedido iPhone, da Apple, e a manter seu privilegiado nicho de mercado no ramo de negócios.

Mais de dois anos depois de a Apple ter revolucionado o conceito de telefone celular com seu iPhone, a Research In Motion (RIM) põe agora no mercado, pelas mãos da Vodafone e da Verizon, seu modelo Strom, que inclui aspectos inovadores similares aos da grande concorrente.

“É um telefone inteligente muito especial, pois é o primeiro da RIM com tela tátil e muito diferente aos que tradicionalmente a Verizon pôs no mercado”, explicou à Agência Efe Juan Valencia, encarregado do projeto da segunda maior operadora móvel do país.

Os BlackBerry são líderes absolutos no mercado americano dos chamados smartphones (telefones inteligentes), com uma fração de mercado que supera 50% e 19 milhões de clientes no mundo todo. A partir de amanhã, a Verizon porá no mercado, com exclusividade, o BlackBerry Storm, que desde a semana passada é comercializado também em parte da Europa.

“A principal diferença em relação aos outros BlackBerry é que os anteriores tinham o que se chama trackball, uma bolinha que se usava como cursor para navegar pela tela”, enquanto nesse só “se usa a tela, já que ocupa todo o telefone, que só tem quatro botões”, explicou Valencia.

Até agora, o BlackBerry sempre dominou o nicho de mercado dos usuários de negócios e é raro um executivo em Nova York que não tenha um desses aparelhos, embora o grande sucesso do iPhone tenha começado a pegar uma parcela desses usuários.

Redação Terra Tecnologia

HP apresenta seu primeiro notebook multitouch

notebookfinal

Depois de causar furor ao apresentar o primeiro desktop com tela multitouch do mercado, a HP resolveu levar essa tecnologia também para os notebooks e lançou o Touchsmart tx2, que desde já virou o maior objeto de desejo deste blogueiro que vos fala.


notebookhp
notebookhp2notebookhp3

A tela tem tamanho de 12,1 polegadas e, ao contrário dos tablet PCs, aceita até dois toques simultâneos, permitindo operações mais dinâmicas. O equipamento inclui um software chamado MediaSmart, que possibilita, por exemplo, criar playlists de músicas e vídeos com o arrastar dos arquivos usando apenas um dedo.


Além desta novidade, o modelo traz uma configuração das mais interessantes: processador AMD Turion 64 X2, 3 GB de memória RAM (expansível até 8GB), HD de  400GB, placa gráfica ATI e gravador de DVD (podia ser Blu-ray, mas tudo bem).  Para completar, conectividades Wi-Fi, Bluetooth, webcam e leitor de cartões de memória. O usuário pode optar ainda pelos sistemas operacionais Windows Vista Home Premium ou Ultimate.

Redação TechGuru

É. O Tony postando (ó!) Sim. Eu estou sumido do Blog, por mais que eu prometa postar, ter responsabilidade, e é por isso que eu vou me matar. xD Não. Eu não vou me matar nem acabar com o blog, o Peu ta dando uma força.. Um dia eu acho a casa da responsabilidade, a porta eu já achei, só não entro nela.

Chineses conseguem vender cópias de Blu-ray em discos de DVD

Dizer que a China é o paraíso dos produtos piratas é chover no molhado. Agora, devo confessar que algumas técnicas do povo de lá para vender produtos falsificados é de tirar o chapéu. E uma delas está em vender filmes em Blu-ray dentro de discos de DVD.

Para fazer isso, eles convertem os arquivos de BD para o formato AVCHD e depois inserem no DVD. Esta técnica de compressão permite a redução do arquivo e, ainda por cima, consegue manter uma boa definição do filme, com resolução de 720 linhas horizontais.

Para completar o processo, nossos amigos “Xing-lings” criam capas piratas com o logo do Blu-ray e espalham sua “criação” por bancas de todo o país. Um método deveras interessante…

Redação Techguru

Já era de se esperar de Japoneses, Chineses, Coreanos e etc xDDD

Apple pode criar buscador, diz TechCrunch

A Apple pode estar trabalhando em um sistema de buscas próprio, indicam fortes rumores de mercado.

O TechCrunch, blog especializado em novos empreendimentos da web 2.0, diz que fontes diversas vêm relatando a mesma história.

Atualmente o Google é o mecanismo de busca padrão para o navegador Safari (que já tem cerca de 7% de mercado) e para o iPhone e o iPod.

O TechCrunch.observa que a Apple não deve estar feliz com a decisão do Google de entrar também na arena dos telefones móveis, com o Android.

O blog destaca, no entanto, que procurou profissionais especializados em navegadores de diversas empresas e nenhum deles foi sondado pela Apple ou perdeu funcionários para a empresa – embora já tenham ouvido o rumor.

“Se a Apple estivesse fazendo um mecanismo de buscas, eles estariam contratando especialistas em buscas e engenheiros”, diz o TechCrunch.

A Apple também não tem experiência no mercado de anúncios e dependeria de outros players para fornecer a parte de publicidade, mesmo que criasse seu próprio buscador.

Hoje, a empresa de Steve Jobs recebe receita de anúncios do Google pelo uso do buscador no Safari.

A teoria do TechCrunch é de que a Apple não gosta da experiência de uso dos navegadores nos seus dispositivos portáteis e está tentando resolver o problema com as próprias mãos – mais ainda contaria com resultados gerados por especialistas em buscas, como o Google.

Redação Info Plantão

Num encontrei uma foto melhor então coloquei essa mesma do bannerzinho ali encima =D